Bom, agora é arregaçar as mangas e lutar. E vencer.

quinta-feira, 31 de março de 2011

A quimioterapia ( Part.4)

 Depois da segunda aplicação fui novamente para a casa da Aldênia mas como não estava me sentindo mal, voltei com dois dias e fui logo ao salão com minha filha. Expliquei ao cabeleireiro o que estava acontecendo e pedi a ele que tentasse pentear, se caísse muito , cortasse bem curtinho. Tivemos que cortar porque o pente se recusou a entrar, parece que os fios estavam colados.
Já saí dali com um lenço e só parei de usar esse acessório no dia 8 de janeiro de 2011 numa festa de casamento em Santa Filomena-PI. Quando meu cabelo já estava medindo uns dois centímetros. Foram sete meses de lenços e chapéus.
Durante o período da quimio só saí uma vez de Teresina; fui para Fortaleza_CE com Ezequiel onde ficamos durante dez dias na casa da minha amiga Ilmária e suas filhas Eveline e Mariane. . Passeamos bastante, curtimos as praias do Ceará, compramos várias redes o meu filho me presenteou com alguns chapéus.
Nas aplicações que se seguiram eu continuei surpreendendo a todos e a mim mesma pela boa tolerância que eu tinha ao medicamento. Um dia a atendente do H.S. Marcos me perguntou “ Senhora , quem é a paciente?” Respondi : “Sou eu “ Ela olhou para mim meio incrédula mas não disse nada.
De outra feita foi o Dr. André Luís (onco) que me falou; “Martha você não está mentindo quando diz que está ótima?” rsrsrsrs.......Não é que eu não sentisse nada, é que o que eu sentia era insignificante em relação ao que outras pessoas sentem durante esse tratamento.
Acredito que vários fatores contribuíram para que meu tratamento fosse pouco doloroso:minha fé e força de vontade,o amor e atenção da minha família e meus amigos,a alimentação adequada,a drenagem linfática e os exercícios respiratórios e a minha imensa vontade de viver.
Agradeço a Deus pelo dom da vida que Ele me concede, aos meus médicos, enfermeiras, atendentes, fisioterapeuta, nutricionista, aos meus familiares e amigos que estão nesta luta comigo em favor da vida.


Valeu amados!

Um comentário:

  1. Dona Martha e sua coleção de chapéus elegantérrimos!

    ResponderExcluir